terça-feira, 30 de abril de 2013

Ferronato quer videomonitoramento em casas noturnas



Airto Ferronato protocolou nessa segunda-feira (29/4), projeto, em forma de emenda, que prevê a colocação de videomonitoramento nas casas noturnas de Porto Alegre. Na justificativa ele explica tratar-se de procedimento de baixo custo, visando a informação dos clientes com rapidez e segurança, cujo objetivo é de preservar vidas e assegurar ao proprietário do estabelecimento e a seus usuários a prestação de um serviço de informação de baixo custo, eficiente e de credibilidade. No artigo primeiro, a proposta estabelece que os estabelecimentos públicos e privados com grande concentração de gente, assim entendidos aqueles que apresentam capacidade superior a cem pessoas, deverão ser instalados monitores de vídeo ou de totens para apresentação de áudio visual demonstrativo-informativo com exibição repetidas com, no mínimo, as informações do número número do alvará, da capacidade máxima de frequentadores, do croqui do estabelecimento, dos números dos telefones emergenciais do corpo de bombeiros, da defesa civil municipal e da SAMU. 

Os artigos da proposta


& 1º - No mesmo áudio visual deverá constar, ainda, uma simulação de sinistro por incêncio mostrando os adequados procedimentos de evacuação com rapidez e segurança dos freqüentadores.
& 2º A simulação prevista no & lº deverá ter aprovação prévia de órgão municipal competente definido pelo Poder Executivo, que poderá submetê-la à apreciação do Corpo de Bombeiros.
& 3º As exigências contidas no caput deste artigo serão aplicadas a restaurantes, bares, salas de cinemas, casas noturnas, auditórios e salas de reuniões, centros de eventos, hotéis, casas de espetáculos, igrejas e outras instituições religiosas e de espaços abertos cercados no seu entorno.
& 3º Outros tipos de atividades não especificadas no artigo anterior poderão ser incluídas por Decreto.
Art. – As informações previstas no artigo anterior deverão conter, também, legendas no idioma inglês.


terça-feira, 23 de abril de 2013

Ferronato propõe licitação verde


Ferronato inspeciona região do bairro Anchieta em que uma polêmica ambiental se instalou
Tramita na Câmara Municipal o Projeto de Lei Nº 112 de 2012, de autoria do vereador Airto Ferronato, prevendo a implantação da denominada licitação verde em Porto Alegre. O vereador propõe que as empresas fornecedoras de produtos e serviços dentro do município de Porto Alegre sejam identificadas por adotarem boas práticas em favor do meio ambiente. “A promoção do desenvolvimento sustentável, a proteção aos ecossistemas, o favorecimento de uma sociedade mais justa e a realização de uma economia equilibrada são ações fundamentais para elevar a qualidade de vida da população”, assinala Ferronato. 
A licitação sustentável é na prática a compra de um percentual dos empenhos do município, junto às empresas vinculadas com a reciclagem, produtos biodegradáveis ou com a utilização de energia de proveniente de fontes renováveis, entre outros critérios. Ferronato explica ainda que um dos critérios a serem observados é o Sistema Harmonizado Globalmente para Classificação e Rotulagem de Substâncias Químicas. “O mundo está se preparando para novas formas de produção e consumo mais responsável”, conclui. 

quarta-feira, 17 de abril de 2013

Reunião discute banhado do Anchieta



O vereador Airto Ferronato voltou a mediar ontem (16/04) reunião dos diretores da Associação dos Moradores do Bairro Anchieta, com a presença do vice-prefeito Sebastião Melo, este acompanhado de diversos assessores das áreas da SMAM, SMOV e SMUV. Na pauta, obras de loteamento que podem comprometer uma área de preservação permanente, banhados e ecossistemas de fauna e flora naquele bairro. Mais detalhes:

terça-feira, 16 de abril de 2013

Universidade adota livro de Ferronato


O livro Gestão Contábil-Financeira de Micro e Pequenas e Empresas: sobrevivência e sustentabilidade, de autoria do vereador Airto Ferronato, foi adotado pela Universidade Anhanguera. A Universidade adquiriu 7.500 exemplares da publicação, que é fruto da dissertação de mestrado de Ferronato defendida em 2009, na Fundação Getúlio Vargas.

Airto Ferronato lembra que o livro Gestão Contábil-Financeira de Micro e Pequenas e Empresas: sobrevivência e sustentabilidade também é uma boa opção de presente para estudantes e profissionais da área e para quem se interessa pelo tema. A obra foi publicada pela Editora Atlas, de São Paulo, e lançada em 2011.

segunda-feira, 15 de abril de 2013

Ferronato agradece confiança da oposição




Ferronato em seu primeiro discurso como líder de governo
Airto Ferronato assumiu o cargo de líder do governo na Câmara Municipal de Porto Alegre, em 4 de fevereiro. Em seu discurso de agradecimento pela confiança depositada nele, o vereador afirmou que irá representar o Executivo sempre buscando a conciliação. Da tribuna enfatizou o voto de confiança depositado nele por líderes da oposição na Casa. “Me perguntaram em entrevista se a oposição não é muito pequena. Respondi que não. Oposição e situação não são um número, mas qualidade e capacidade de diálogo”. Momentos antes do discurso de Ferronato, o vereador Pedro Ruas, líder da oposição havia elogiado sua condição de líder governista por sua “grande capacidade de trânsito e comunicação”.

sexta-feira, 5 de abril de 2013

Ferronato completou dois meses como líder do governo

Discurso em 4 de fevereiro 
Anunciado oficialmente em 4 de fevereiro, como o novo líder do governo do prefeito José Fortunati (PDT) na Câmara Municipal, o vereador Airto Ferronato (PSB) disse que, por trás do movimento de aproximação das duas siglas - até então, em lados opostos, na Capital - existe uma estratégia voltada às eleições de 2014. No caso do PSB, a orientação da executiva nacional é que os diretórios estaduais e metropolitanos construam relações com potencial de evolução para a conquista de objetivos maiores, como o Palácio do Planalto. 'Essa construção com o Fortunati é de Porto Alegre, mas tem um amplo espectro de composição futura. Portanto, é muito possível que o PSB venha a apoiar uma candidatura capitaneada pelo PDT ao governo do Estado em 2014', declarou Ferronato. 'Precisamos dar sustentação à nossa candidatura a Presidência da República.'

Fortunati reconheceu a possibilidade de reproduzir a parceria em âmbitos maiores, mas teve o cuidado de observar que a opção por Ferronato para a liderança de seu governo não teve nada a ver com as costuras políticas das siglas para 2014. 'Estamos começando um debate interno no PDT e até o final do ano teremos uma posição (sobre a candidatura própria). Uma dessas possibilidades, indiscutivelmente, é estarmos juntos com o PSB. Independentemente disso, quero dizer que escolhi o Ferronato por seus predicados pessoais, como experiência e extraordinária capacidade de relacionamento.' (Correio do Povo 5/02/2013)